For my love…

one

adj.
1. Being a single entity, unit, object, or living being.
2. Characterized by unity; undivided: They spoke with one voice.
3.
a. Of the same kind or quality
b. Forming a single entity of two or more components
4. Being a single member or element of a group, category, or kind
5. Being a single thing in contrast with or relation to another or others of its kind
6. Occurring or existing as something indefinite, as in time or position.
7. Occurring or existing as something particular but unspecified, as in time past
8. Informal Used as an intensive
9. Being the only individual of a specified or implied kind
n.
1. The cardinal number, represented by the symbol 1, designating the first such unit in a series.
2. A single person or thing; a unit.
pron.
1. An indefinitely specified individual
2. An unspecified individual; anyone

The American Heritage® Dictionary of the English Language, Fourth Edition copyright ©2000 by Houghton Mifflin Company. Updated in 2003. Published by Houghton Mifflin Company. All rights reserved.

A mulher no Egipto

Christian Jacq é um apaixonado pelo antigo mundo egípcio, e eu começo cada vez mais a compreendê-lo. Estando a ler um dos seus livros, As Egípcias, pude pela primeira vez percebere a sociedade do antigo egipto, que apesar de não ser perfeita (nenhuma o é) parece estar bastantes próxima de conceitos como a liberdade, igualdade e fraternidade que só em 1789 voltariam a ser reenvindicados pelos Europeus. Mas o mais incrível é que em muitos aspectos esta sociedade tão antiga estava bem mais desenvolvida que a nossa.

Este livro fala particularmente sobre o papel da mulher na sociedade, um papel muito mais profundo que o que desempenhamos na actualidade. No Antigo Egipto a mulher podia ser o que quisesse, poderia ser líder espiritual, podia ser líder político, tinha direito ao divórcio, direito a trabalhar no que quisesse e tinha basicamente os mesmo direitos que os homens, talvez até mais. O que é igualmente notável, é que a feminilidade da mulher era bastante apreciada, as mulheres podiam ser belas e sensuais, não deixando de ocupar os mais altos cargos de estado…

Não avançarei muito mais… leiam e digam-me se não concordam… 😉

Música Grátis :D

Já é oficial, as borlas no mundo da música vieram para ficar! (e ainda bem)

Pois é cada vez mais se têm vindo a verificar as borlas de músicas na Internet. Depois de anos e anos a “sofrer” das constantes piratarias, várias bandas têm vindo a disponibilizar nos seus sites downloads grátis dos seus singles e por vezes dos albuns. São caso disso mesmo os Coldplay, Nine Inch Nails e os Offspring. Mas em Portugal esta situação começa também a ser cada vez mais familiar, os Santos & Pecadores também colocaram na internet TODO o album para download. 🙂

Parece efectivamente que as bandas compreenderam que este tipo de acções só as promove e valoriza, para além de ser um excelente modo de divulgação dos seus trabalhos. Sendo que hoje em dia as principais receitas advêem de publicidade e concertos, espero que cada vez mais bandas sigam estes bons exemplos… 😛

SEXO na Música

A pretexto do mais recente album de Madonna e da sua capa (que todos podemos ver espalhados nos outdoors da Vodafone), a Gigwise resolveu eleger as 50 capas de CD mais sexy e provocantes de todos os tempos! Mas desenganem-se aqueles que pensam que se tratam apenas de capas com mulheres bem bonitas e nuas, senão vejam esta:

 

ou a dos Liars, que ficou em 1º lugar:

Mas não fiquem tristes, estas são apenas algumas das surpresas que poderemos encontrar ao longo da lista. No site poderão ver uma a uma e ler o porque de terem sido escolhidas, entretanto, aqui deixo a lista:

1. Liars – It Fit When I Was A Kid
2. Nashville Pussy – Let Them Eat Pussy
3. Herb Alpert¿s Tijuana Brass – Whipped Cream & Other Delights
4. Devo – Hardcore Devo ¿ Vol 1
5. Spank Rock – Bangers & Cash
6. The 2 Live Crew – As Nasty As They Wanna Be
7. Kevin Rowland – My Beauty
8. The Rolling Stones – Sticky Fingers
9. Sugar Ray – Lemonade and Brownies
10. Pulp – This Is Hardcore
11. Jimi Hendrix Experience – Electric Ladyland
12. Ice-T – Gangsta Rap
13. Prince – Lovesexy
14. Kid Loco – Jesus Life For Children Under 12 Inches
15. Red Hot Chili Peppers – Abbey Road EP
16. Roxy Music – Country Life
17. Die Toten Hosen – Reich & Sexy
18. The Black Crowes – Amorica
19. Jimmy McGriff – Groove Grease
20. Fausto Papetti – 18a Raccolta
21. Sebastien Tellier – Sexuality
22. Bob Geldof – Sex, Age & Death
23. Louis XIV – The Best Little Secrets Are Kept
24. Casanova – All Beauty Must Die
25. Dwarves – Come Clean
26. Lords Of Acid – Crablouse
27. Slunt – Get A Load Of This
28. Herbie Mann – Push Push
29. Catherine Wheel – Adam & Eve
30. Hinder – Extreme Behaviour
31. Wild Cherry – Wild Cherry
32. The Strokes – Is This It
33. The Slits – Cut
34. Queens of the Stone Age – Queens of the Stone Age
35. Rollins Band – Nice
36. Buckcherry – Buckcherry
37. Deftones – Around The Fur
38. Tom Waits – Small Change
39. REO Speedwagon – Hi Infidelity
40. Goldfrapp – Supernature
41. Grace Jones – Island Life
42. Morrissey – Your Arsenal
43. Queen Adreena – Drink Me
44. The Cars – Candy-O
45. Scorpions – Love At First Sting
46. Bon Jovi – Slippery When Wet
47. RATT – Invasion Of Your Privacy
48. Blink 182 – Enema of the State
49. Ween – Chocolate & Cheese
50. Madonna – Hard Candy

E uma capa realmente sexy para os que tanto esperaram 😛

Brutal

Sabem o que é que é brutal brutal brutal???

É eu estar dentro do autocarro com as janelas todas fechadas, a pensar que estou protegida da chuva que cai lá fora até que chegue ao meu destino… E de repente começar a levar com pingos grosso de água porque pelos vistos o autocarro deixa entrar água…

Morte anunciada

Estou ainda um pouco chocada com esta noticia que acabei e ler. Um homem de 36 anos, portador de sérios problemas psicológicos decapitou a própria mãe e passeou-se com a cabeça dela pelas praças da vila. Tudo isto aconteceu ontem à noite em Espanha, mas o mais arrepiante ainda está por vir… Então vejamos, esta senhora, Teresa Macanás, sofreu durante anos a fio maus tratos por parte do filho, por 4 vezes apresentou queixa contra ele, e por várias vezes havia já sido hospitalizado dados os seus problemas de esquizofrenia. O que é certo é que em 2001 esta senhora denúnciou o problema às televisões, vejam o video :

Este caso drámatico e perfeitamente inevitável, recorda-me um pouco algumas situações vividas em Portugal. Primeiro a situação das mulheres agredidas, que no nosso país apesar de alguns avanços continua a não sortir efeito. O que é certo é que muitas das mulheres que recorrem às policias locais são por vezes gozadas, achincalhadas com frases do tipo “Se levaste foi porque fizeste alguma” entre outras, os agressores acabam por ser avisados e as vitimas são obrigadas a partilhar com eles o mesmo espaço, como se nada tivesse ocorrido. Uma outra situação é a das crianças, um assunto felizmente já mais falado mas que ainda assim continua com problemas. Os maltratos e negligência feitas a crianças continua a ser extremamente popular em Portugal, os casos de denúncia são cada vez maiores (porque nisso o nosso país parece bater recordes), mas as entidades competentes continuam pouco eficientes e por isso muitos casos acaba por ser tarde de mais. Por fim, os maltratos feitos contra idosos é algo assolador e em crescimento, e infelizmente, muito pouco divulgado. Todos de nós devemos ter um parente mais velhinho ou algo do género e todos sabemos como se torna dificil, particularmente com o ritmo de trabalho que hoje nos é exigido, conseguir prestar a assistência necessária a estas pessoas. Mas ainda assim, muitos idosos são abandonados em hospitais por familiares, alguns são postos na rua e outros vivem em situações bastante precárias, porque estão sozinhos. Isto é simplesmente abominável e deve-nos fazer pensar um pouco, porque todos nós (particularmente com o crescente aumento da esperança média de vida) corremos o risco de passar pelo mesmo ou pior.

Como é possivel observar são muitos os problemas a resolver no âmbito de maus tratos e da negligência/ineficiência das entidades competentes, no entanto estou em crer que uma sociedade mais forte pro-activa ajudariam em muito a desenvolver estes problemas. Quanto às crianças parece-me que o terreno começa agora a estabelecer-se mas os restantes grupos de risco (e existem mais para além destes referidos) continuam a sofrer por falta de assistência, apoios e por vezes, uma simples voz amiga de encorajamento e consolo. Esta senhora que durante anos sofreu os abusos dos filhos era tida como muito querida na aldeia. Proprietária de uma papelaria era conhecida por todos e por certo o seu caso familiar, no entanto, nenhum dos seus queixumes foi ouvido e este final triste, por ela já à muito anunciado, acabou por acontecer. Só como nota final, quando o filho foi encontrado pela policia com a cabeça da mãe envolta num trapo, o seu único comentário foi: “Matei-a. Agora está calada, gosto muito mais dela agora”.

Porque o silêncio não é nunca uma solução, vamos fazer barulho!

Genialidade Musical

2208480517_3f7806b9d21.jpg

Hoje, neste belo dia de sol, quando me preparava para abandonar a cidade de Lisboa pelos barcos rumo ao Barreiro, uma música começou a tocar no meu leitor de Mp3 por puro acaso. Mas foi um acaso extremamente feliz… Era a música Verdes Anos de Carlos Paredes. Esta bela música que em tanto representa Portugal, tem sem dúvida mais significado quando observamos toda a Lisboa. Assim, dei por mim a viajar pela paisagem que observava ao som das cordas da guitarra que ora assumem um ritmo mais frenético, ora um ritmo mais cadenciado. Esta música genial de Carlos Paredes foi composta pelo própria para um filme do mesmo nome. De acordo com o próprio «Muitos jovens vinham de outras terras para tentarem a sorte em Lisboa. Isso tinha para mim um grande interesse humano e serviu de inspiração a muitas das minhas músicas. Eram jovens completamente marginalizados, empregadas domésticas, de lojas – Eram precisamente essas pessoas com que eu simpatizava profundamente, pela sua simplicidade». O seu amor à guitarra era tal que diz-se, quando perdeu a guitarra durante uma viagem de avião, pensou por momentos em matar-se, mas infelizmente este amor não durou até à sua morte, pois nos 11 anos que a precederam esteve impossibilitado de tocar guitarra, dada a doença nervosa que sofria. Era um génio musical português, como dificilmente encontraremos igual…

“Quando eu morrer, morre a guitarra também.
O meu pai dizia que, quando morresse, queria que lhe partissem a guitarra e a enterrassem com ele.
Eu desejaria fazer o mesmo. Se eu tiver de morrer.”

A música é singela e aconselho a todos que a escutem com a devida atenção, preferencialmente como eu tive a sorte de ouvir,numa bela tarde de sol a olhar para Lisboa com o Tejo bem ao lado…

Comeram as letras…

120059_1.jpg

Não é nada que eu já não soubesse, mas a partir de hoje o acordo ortográfico de 1990 torna-se uma coisa dolorosamente palpável. Dado que a partir deste dia a Texto Editores lança o primeiro Dicionário com as modificações. Ora a partir de agora desaparecem os actores, as selecções e as acções, mas não só. Lêem passará a ser leem…o meu corrector ortográfico deu logo erro lol), anti-semita passará a ser antissemita e óptimo ficará sem p 😦 E ao ao ver tudo isto não posso deixar de jogar as mãos à cabeça e pensar que nos estamos a “abrasileirar” sem necessidade alguma. De acordo com os responsáveis pelo acordo, a ideia é tornar a grafia das palavras mais semelhante com a forma como as dizemos, o que até me parece compreensível mas genuinamente desnecessário. Alguém achava que estes c’s, p’s, ^’s e -‘s estavam a mais?? Então porquê mudar aquilo que não incomoda ninguém, quando à tanta coisa incómoda por mudar?? Alguns dizem que isto favorecerá a nossa união linguística com o Brasil… mas quer dizer… para quê?? Parece-me normal que existam diferenças ortográficas entre os dois tipos de português, afinal os Ingleses e Norte Americanos também falam Inglês mas os primeiros escrevem “colours” e os últimos “colors”. 😛

Enfim, parece que tenho 6 anos para me habituar à ideia e (des)aprender a escrever…

P.S.: Ent e a Optimus?? Será que vai mudar de nome?? :O

A inauguração

Declaro oficialmente que… está inaugurado o meu Blogue! 😀
O corte da fita foi feito e o 1º Post aqui fica… Como todas as boas inaugurações existem discursos sobre o futuro, mas infelizmente nesta não haverá comida…

O discurso é simples: “Não prometo nada que não possa cumprir”, assim não prometo que vá ser um blogue sério, sem piadas de mau gosto e coisas tristes que envergonham qualquer um… Prometo no entanto que sempre que me der na veneta irei escrever sobre os mais variados assuntos, interessantes ou não, coisas estapafúrdias que me passam pela cabeça e que até então apenas um grupo muito restrito tinha direito. Grupo este constituído por mim e os meus pouquíssimos amigos. Pouquíssimos porque como poderão ter hipótese de observar futuramente neste blogue, eu sou pessoa de poucos amigos… E como isto é só uma inauguração (ainda para mais sem comida) e eu não me quero alongar mais, despeço-me para que a Banda Filarmónica cá do sítio execute a sua actuação de encerramento (não do blogue, mas da inauguração). Nos entretantos, deleitem-se a observar o magnifico design deste blogue 😛